Espetáculo Frei Molambo no Teatro Rui Limeira Rosal

.

O Teatro Rui Limeira Rosal traz para o público, neste mês de abril, o espetáculo teatral Frei Molambo. De autoria de Lourdes Ramalho e direção de Severino Florêncio, a montagem recria personagens apocalípticos, como Antônio Conselheiro, Padre Cícero e Zé Lourenço, na figura do Frei Molambo, interpretado pelo ator Josinaldo Venâncio.

O espetáculo tem como pano de fundo o apocalipse e debate o caos do mundo moderno. A encenação pode ser conferida neste sábado (14), às 20h, e segue em cartaz nos dias 15, 21, 22, 28 e 29, sempre no mesmo horário. Os ingressos custam R$ 5 (com./dep.) e R$ 10 (público em geral

por Jornal de Caruaru

Inscrições do 8° Congresso do Santa Inês ainda estão abertas

.

Ainda dá tempo de fazer sua inscrição no 8° Congresso Brasileiro do Santa Inês. O evento terá diversas atrações voltadas aos criadores de ovinos e os estudantes alagoanos. Ele que será realizado de 19 a 21 de abril, terá oito palestras, dois minicursos e uma mesa redonda.

As inscrições para o congresso podem ser feitas através da Associação dos Criadores de Alagoas, pelos telefones (82) 3346-1386/9977-8969. Outras informações podem ser encontradas no site do evento: www.congressobrasileirodosantaines.webnode.com.br.

As atividades do congresso serão divididas entre o Parque de Exposições José da Silva Nogueira (Parque da Pecuária), no Prado, e na sede da Federação de Agricultura do Estado de Alagoas (Faeal), em Jaraguá.

Confira a programação:

No primeiro dia haverá a abertura do congresso, às 19 horas, na Faeal. Todas as atividades marcadas para o primeiro horário também ocorrerão na sede da federação. Já as demais, realizadas do segundo horário, serão no Parque da Pecuária.

Na quinta-feira, às 8h30, Reginaldo Guedes e Henrique Soares, do APL Ovinocaprinocultura no Sertão/Sebrae, ministrarão a palestra “O Panorama do Arranjo Produtivo Local de Ovinocaprinocultura no Sertão de Alagoas”.

Às 9h30 será a vez do engenheiro agrônomo André Sorio ministrar. Dessa vez o tema será “Um caso de sucesso na ovinocultura: Fazenda com 10 mil ovelhas produzindo carne com marca”. Após a palestra será realizado um coffee breake, para que Rodrigo Tenório Padilha possa explanar sobre “Como produzir carne ovina: uma experiência a campo”.

Sexta-feira

No segundo dia, 20/04, às 8 horas, haverá uma palestra com o tema “Reprodução intensiva: estratégias para obtenção de 1,5 parto ao ano”, ministrado pelo pesquisador do Instituto Agrônomo de Pernambuco, Lucas Mesquita.

Às 9h, será a vez de Luzyanne Varjão Aguiar, doutoranda em Zootecnia pela UESB, falar sobre a “Terminação de cordeiros em confinamento”. Às 10h30, os participantes tirarão suas dúvidas sobre “As influências nutricionais e genéticas na qualidade da carne de ovinos”, palestra que será ministrada por George Rodrigues de Medeiros, do Instituto Nacional do Semiárido (INSA-PB).

Às 11h30, o “Uso de fungo nematófago no auxílio do combate à verminose” será explanado por Pedro Nacibe Jorge Neto, diretor administrativo da Novagem Genética LTDA.

A mesa redonda sobre os Novos Parâmetros de Julgamento da Raça Santa Inês terá início às 14h. A atividade contará com a participação de Joselito Barbosa, Thiago Inojosa, Edmilson Lúcio, João Batista, Edilson Maia, Givago Tenório, Henrique Soares e Celso Barros Correia.

Sábado

As atividades do sábado começam com a palestra “Retrospectiva da raça Santa Inês e suas perspectivas nos próximos anos”, com o diretor técnico da Associação Brasileira do Santa Inês, Joselito de Araújo Barbosa. Às 9h, o assunto será o “Programa de melhoramento genético da raça Santa Inês”, com Arnaldo Dantas Barreto Neto. Às 10 horas será realizado o coquetel que marca o encerramento do evento.

Mini cursos

Além das palestras, o 8° Congresso Brasileiro do Santa Inês terá uma novidade nesta edição: a realização de dois mini cursos. Eles ocorrerão nos dias 19 e 20, visam aumentar o conhecimento dos criadores sobre as peculiaridades da raça e ajudá-los a melhorar o manejo dos seus rebanhos.

O primeiro abordará o tema “Técnicas de Conservação de Forragens” e será realizado no Parque da Pecuária. O segundo tratará de “Controle de Enfermidades em Ovinos” e ocorrerá na sede da Faeal. Ambos serão realizados nos dois dias, simultaneamente, das 14 às 17 horas.

por Jornal de Caruaru

INFORME SISTEMA FIEPE – AGRESTE

SENAI Caruaru será beneficiado em programa nacional

O Programa SENAI de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira, lançado em Brasília, nesta sexta-feira (13.04), com a presença da presidenta Dilma Roussef, destinará ao Departamento do Regional de Pernambuco um investimento total de R$ 109,38 milhões.

O presidente do Conselho Regional do Senai/PE e da Federação das Indústrias do Estado, Jorge Côrte Real, afirmou que mais R$ 13,6 milhões serão aplicados na modernização das Escolas SENAI de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Santo Amaro e também Petrolina.

Outros R$ 15 milhões serão destinados à construção de um Instituto SENAI de Tecnologia que será voltado para área de Automação. O SENAI Pernambuco também ganhará um Instituto SENAI de Inovação (ISI) com valor previsto de R$ 49,8 milhões voltados para área de TI e atenderá todo o Brasil com desenvolvimento de pesquisas. Mais R$ 1,8 milhões serão investidos na aquisição e montagem de três unidades Móveis, sendo uma especializada em Construção, outra em Automação e uma terceira em Eletricidade Predial.

SESI na luta contra a dengue

Mais de 1800 pessoas já foram infectadas, somente este ano, pelo mosquito da dengue, em 72 municípios pernambucanos. O alerta máximo está para cidades do interior pernambucano, que possuem altos índices de incidência da doença entre seus habitantes.

O SESI, sabendo da importância da ajuda da população para combater os focos de procriação do inseto aedes aegypti, mosquito transmissor da doença, firmou parceria com a Secretaria Estadual de Saúde para divulgar dentro das empresas uma campanha de conscientização. De acordo com a diretora de operações do SESI, Eveline Remígio, serão distribuídos folhetos e cartazes nas indústrias e em todas as unidades do SESI, além da divulgação da campanha em informativos impressos e eletrônicos do Sistema FIEPE (FIEPE, SESI, SENAI, IEL, CIEPE).

“Como provedor de soluções em Segurança e Saúde no Trabalho (SST), o SESI firmou compromisso de orientar industriários para os riscos de proliferação da doença tanto nas suas casas e comunidades quanto dentro do ambiente de trabalho”, diz Remígio.

Conheça as unidades SESI no Agreste:

SESI Belo Jardim- Rua Coronel Antônio, 120 – B. Vista
Fones: (81) 3726.1166

SESI Caruaru- Rua São Vicente Ferrer, s/n – Boa Vista II
Fones/Fax: 81-3722-9520 3722-9555

SENAI e Palmeiron fecham parceria para capacitação de pessoal

Funcionários da indústria de Alimentos Palmeiron trocarão as roupas e instrumentos de trabalho por lápis e caderno. Isso porque o SENAI Caruaru e a empresa fecharam uma parceria para a capacitação, a partir do próximo dia 02 de maio, de dezoito colaboradores. Eles farão o curso técnico de Mecânico de Manutenção, com carga horária de 800 horas e duração de um ano.

O treinamento será dividido em dois momentos: as primeiras 400 horas serão de teoria, que acontecerão das 18h às 22h, na Escola Técnica SENAI Caruaru. As outras 400 horas serão de ensinamento prático, a serem cumpridas dentro da própria indústria, em formato de estágio.

FIEPE promove palestra sobre Gestão de Negócios

Dentro de suas ações de interiorização, a FIEPE traz ao Estado o filósofo Mário Sérgio Cortella, que realiza palestra “Cenários Turbulentos, Mudanças Velozes” em duas apresentações, no próximo dia 18 no Recife e dia 19 em Caruaru. Palestrante de renome nacional e autor de livros de sucesso como “Não nascemos prontos!”, Cortella vai falar sobre as mudanças no mundo dos negócios e suas influências no conceito de competência empresarial, além das modificações no caráter das organizações. As inscrições para evento podem ser feitas no site da FIEPE (http://www.fiepe.org.br). Mais informações: (81) 3412-8461-5667 ou produtoseservicos@fiepe.org.br.

Portas abertas para o Mercado Exterior

O Centro Internacional de Negócios da FIEPE está realizando em maio duas palestras voltadas ao mercado exterior. No dia 21 de maio, acontece na sede da FIEPE, o curso “Como Prospectar Novos Mercados no Comércio Exterior”, que abrange os mecanismos disponíveis para prospecção, orientações sobre custos e definição de público-alvo, entre outros assuntos. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (81) 3412-8388 ou e-mail: apoggi@fiepe.org.br.

Para orientar profissionais a respeito das particularidades do comércio exterior, acontece nos dias 24 e 25, um curso sobre pagamentos e câmbio no mercado global, também na sede da FIEPE. O conteúdo programático apresenta as principais operações cambiais, órgãos reguladores e legislação. As inscrições podem ser feitas pelo (81) 3412-8423 ou cin@fiepe.org.br.

por Jornal de Caruaru

PALESTRA EXÉRCITO BRASILEIRO – INGRESSO NA CARREIRA MILITAR

.

Será realizada no próximo dia 24 de abril.às 09h e às14h, no auditório do 71º Batalhão de Infantaria Motorizado, uma palestra gratuita e informativa, sobre o ingresso na CARREIRA MILITAR. A palestra será proferida pelo Coronel do Exército R1 Américo, sendo destinada aos jovens de ambos os sexos, que estejam cursando ou que já concluiram o ensino médio ou a faculdade.

Serviço: Os interessados deverão se dirigir ao Quartel do 71º BIMtz, no dia 24 de abril,3ª feira, ÀS 09h ou às 14h,conforme à sua conveniência

 

por Jornal de Caruaru

7° Leilão Terra dos Caetés será transmitido pelo Canal do Criador

.

O criador que não puder comparecer ao 7° Leilão Terra dos Caetés, poderá acompanhar o remate à distância porque ele terá transmissão ao vivo pelo Canal do Criador. O remate ocorrerá no dia 21 de abril, às 19 horas, no Parque José da Silva Nogueira (Parque da Pecuária), no bairro do Trapiche, em Maceió.

O evento fará parte das atrações da 3° Expoalagoas. O leilão é promovido pelos rebanhos Titara, Rigi e Varrela Pecuária, grandes criadores, conhecidos pela qualidade dos seus animais. No último leilão, os ovinos foram arrematados em média por 8.552 reais.

Serão ofertados 25 lotes de animais, com um trabalho voltado à genética dos ovinos. “É importante frisar que o leilão ocorrerá no mesmo período que o 8° Congresso de Santa Inês, que será realizado de 18 a 21 de abril, como parte das atrações da Expoalagoas Genética 2012. No evento, serão discutidas as melhorias genéticas e sanitárias na criação das raças durante os últimos anos no estado”, explicou Givago Tenório, promotor do leilão.

Além da preocupação com a qualidade dos animais ofertados, o bolso do criador também é visado. Todos os lotes poderão ser parcelados em até 24 vezes, de modo que não venha a ser uma despesa incômoda ao comprador.

por Jornal de Caruaru

Aprovado voto de Armando contra guerra dos portos

 

Argumentos do senador convenceram maioria dos parlamentares

 

Em vez do voto contrário do relator, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira (11), voto em separado do senador Armando Monteiro (PTB-PE) pela constitucionalidade de projeto de resolução do Senado (PRS 72/10) que uniformiza as alíquotas do ICMS nas operações interestaduais com bens e mercadorias importados. O mérito da proposta será agora analisado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

O objetivo do projeto é acabar com a chamada guerra fiscal dos portos. Hoje as alíquotas do ICMS vêm sendo calibradas por alguns estados para compensar a ausência de políticas centrais de desenvolvimento. O objetivo é atrair investimentos em logística de importação, garantindo novos negócios e empregos a partir dos portos.

 

Argumentação

O mesmo artigo da Constituição que fundamentou a rejeição de Ricardo Ferraço ao PRS 72/10 foi invocado no voto em separado para atestar a constitucionalidade, juridicidade e regimentalidade do projeto. Amparado no artigo 155, parágrafo 2º, inciso IV, o senador por Pernambuco assegurou que a resolução do Senado Federal “é o instrumento por excelência para a fixação de alíquotas aplicáveis às operações e prestações interestaduais”.

“Não procede o argumento de que o projeto trata de benefícios fiscais no âmbito do ICMS e que, por esse motivo, teria de ser veiculado por lei complementar. O PRS 72/10, ao estabelecer alíquota interestadual de ICMS para produtos provenientes do exterior que não sofram agregação de valor no estado de importação, cuida apenas da partilha da arrecadação do tributo entre os entes federativos nessas operações. O gravame sofrido pelo contribuinte de fato permanece o mesmo, já que a alíquota incidente será sempre a interna do estado de destino”, pondera em seu voto.

 

Resoluções

Armando Monteiro reforçou a argumentação citando duas resoluções do Senado (nº 22/1989, e 95/1996) que fixaram alíquotas diferenciadas de ICMS, estão em vigor e não foram declaradas inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Conforme ressaltou, a Constituição proíbe o legislador estadual, distrital e municipal – e não o federal – de estabelecer diferença tributária entre bens e serviços de qualquer natureza em razão de sua origem ou seu destino. Seu objetivo seria prevenir tratamento discriminatório de um ente federativo em relação a outro.

 

“Guerra dos portos”

O PRS 72/10 vem combater a chamada “guerra dos portos” – disputa entre estados para reduzir unilateralmente as alíquotas de ICMS e, assim, atrair a entrada de importados em seu território – ao zerar o tributo nas operações interestaduais com esses produtos. Entretanto, procura restringir a aplicação da medida aos artigos estrangeiros que não sofreram processo de industrialização ou trocaram apenas a embalagem ao chegar ao Brasil. A proposta estabelece ainda a competência do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para definir os bens e as mercadorias enquadrados nessa nova norma.

Na avaliação de Armando Monteiro, essa “guerra dos portos” está desenhando uma nova rota de importações no Brasil, causando prejuízos à indústria nacional e à arrecadação dos estados consumidores ou processadores dessas mercadorias subsidiadas.

“É possível afirmar que a concessão de incentivos a importados é o pior instrumento de desenvolvimento regional disponível, pois os empregos e a renda gerados nas tradings nos estados que concedem esses benefícios são muito menores que os empregos e a renda perdidos na economia nacional”, observou.

Assim como Armando  Monteiro, os senadores Eduardo Braga (PMDB-AM) – líder do governo no Senado -; Romero Jucá (PMDB-RR) – autor do PRS 72/10 -; Inácio Arruda (PCdoB-CE); Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) se disseram convencidos da constitucionalidade de o Senado Federal baixar resolução uniformizando a alíquota do ICMS nas operações interestaduais com bens e mercadorias importados.

O debate foi marcado por discursos com apelos fortes dos opositores para o adiamento da votação. Ferraço, o relator, chegou a falar que os estados prejudicados estariam sendo submetidos a uma “situação de humilhação”. Segundo ele, o governo estaria desconhecendo os problemas que vão ser gerados pelos estados que perdem com o projeto – os mais prejudicados são Espírito Santo, Santa Catarina e Goiás. O senador Luiz Henrique (PMDB-SC) disse que a aprovação do projeto pode rachar a base do governo “definitiva e irreconciliável”.

O resultado da votação foi comemorado por integrantes da Força Sindical que acompanhavam os trabalhos. Liderados pelo presidente da entidade, o deputado Paulinho da Força (PDT-SP), o grupo deixou a CCJ gritando a palavra de ordem “não, não, não, abaixo a importação”. Ao lado de entidades da indústria, a Força Sindical vem fazendo manifestações a favor da proteção à indústria nacional, em busca da preservação de empregos.

por Jornal de Caruaru

Nota Pública: sobre os resultados da reunião entre o Ministério da Fazenda e a Comissão Especial do PNE

.

O encontro a portas fechadas realizado ontem, 10 de abril, na sede do Ministério da Fazenda, entre o Ministro Guido Mantega e os parlamentares da Comissão Especial responsável pela análise da proposta do novo PNE (Plano Nacional de Educação), infelizmente, seguiu o roteiro previsto: a área econômica do Governo Federal manifestou concordância com a intenção do relator Angelo Vanhoni (PT-PR) de determinar que o país alcance, em dez anos, um volume de investimento público direto em educação equivalente a 7,5% do PIB.

Infelizmente, a única boa notícia da reunião foi a certeza de que o conceito de investimento público direto (recurso público investido em educação pública) está incorporado pelo Executivo Federal e deve figurar no novo texto substitutivo, que deverá ser divulgado nos próximos dias.

Vale lembrar que, em campanha eleitoral, ao receber no dia 15 de outubro de 2010 a Carta-compromisso pela Garantia do Direito à Educação de Qualidade, a então candidata, Dilma Rousseff, se comprometeu a alcançar um patamar de investimento público em educação pública na ordem de 7% do PIB até o fim de seu mandato, ou seja, 2014. Promessa essa, reiterada em debates televisivos. Considerando que o PNE é uma lei decenal e diante da necessidade de oferta de educação pública de qualidade para todos e todas, não é aceitável que o patamar assumido por Dilma como compromisso do seu mandato praticamente signifique o teto de investimento público em educação para a década.

Desse modo, frente aos decepcionantes, mas previsíveis, resultados alcançados no encontro de ontem e diante da necessidade de celeridade na tramitação do PNE, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação considera imprescindível que a Comissão Especial convoque o Ministro da Fazenda, Guido Mantega, para que seja feito o debate público sobre o tema, ou leve o PNE a voto.

Caso a matéria siga imediatamente a voto, o que consolida mais um capítulo de descompromisso da área fazendária com as políticas sociais – manifesto na recusa de Mantega em enfrentar o debate público na arena política democrática –, a Campanha aposta na coerência dos parlamentares que, entre as 3364 emendas (2915 ao texto original e 446 à primeira proposta de substitutivo do relator) apresentadas ao projeto de novo Plano, apenas uma defendeu um patamar inferior aos 10% do PIB.

É importante ressaltar que a quase unanimidade da tese tem amplo respaldo técnico: os estudos mais elaborados e cuidadosos sobre o tema reiteram a necessidade desse volume de investimento. Os três trabalhos mais reconhecidos, expostos recentemente em Reunião Técnica da Comissão Especial do PNE no dia 20 de março de 2012, foram elaborados pela Fineduca (Associação Nacional de Pesquisa em Financiamento da Educação), pelo professor Nelson Cardoso do Amaral (Universidade Federal de Goiás) e pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, sendo que este último estudo foi reconhecido pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada do Governo Federal), no Comunicado 124 de dezembro de 2011. Inclusive, em seu texto, o Ipea apresenta diversas alternativas para o financiamento do PNE. Em outras palavras, qualquer decisão de aprovar meta de investimento público divergente de um patamar de 10% do PIB para a educação pública não refletirá uma preocupação educacional, que é aquela que deve balizar a Lei do PNE.

Confiante pelas experiências advindas das jornadas para a construção e regulamentação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação), quando estabeleceu profícua parceria com o parlamento resultando em inúmeras conquistas educacionais, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação conta com a coerência e coragem dos parlamentares para a votação do novo PNE a partir de suas convicções e da preocupação com a garantia do direito à educação pública de qualidade para todos e todas.

 

Comitê Diretivo da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Ação Educativa

ActionAid

CCLF (Centro de Cultura Luiz Freire)

Cedeca-CE (Centro de Defesa da Criança e do Adolescente do Ceará)

CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação)

Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente

Mieib (Movimento Interfóruns de Educação Infantil do Brasil)

MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)

Uncme (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação)

Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação)

por Jornal de Caruaru

Palestra gratuita trata da regulamentação na produção de queijos artesanais


O técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA , Bruno de Lucas, ministra palestra gratuita sobre a Instrução Normativa 57, que regulamenta a produção de queijos artesanais cru em todo o território nacional, nesta quinta-feira (12), às 9h. O curso acontece dentro da programação da 8ª Expoagro Recife, que segue até domingo (15), no Parque de Exposições do Cordeiro, a partir das 9h.

Na sexta-feira (13), será realizada a palestra Divulgação da IN 62 do MAPA, capacitação voltada para produtores de leite (educação continuada), no auditório da Associação dos Criadores de Pernambuco.  O evento deverá movimentar cerca de R$ 5 milhões, entre venda de animais, produtos e a realização de dois leilões. Com entrada gratuita, a mostra receberá cerca de 50 mil visitantes.

A Expoagro é promovida pela Associação dos Criadores de Pernambuco (ACP), em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA). Considerada um evento técnico e de negócios, com julgamento e leilões de animais, a Expoagro reunirá cerca de mil animais geneticamente selecionados, entre cavalos, bovinos de leite e de corte, das raças gir, girolando, campolina, nelore, além de caprinos e ovinos.

SERVIÇO:
8ª Expoagro
Local: Parque de Exposições do Cordeiro – Avenida Caxangá, nº 2200, Cordeiro – Recife
Data: De 11 a 15 de abril
Horário: a partir das 9h
Entrada Gratuita
Informações: (81) 3228.4332

por Jornal de Caruaru

Criadores estão com tudo pronto para o 2° Leilão Dorper Alagoas

.

Os criadores de ovinos estão com tudo pronto para a realização do 2° Leilão Dorper Alagoas. Os melhores animais foram selecionados, muitos deles premiados e todos Puros de Origem, com excelente qualidade genética. O remate será realizado no dia 20 de abril, às 19 horas, no tatersal do Parque da Pecuária, no bairro do Trapiche.

Os ovinos, originários do continente africano, se adaptam facilmente ao Brasil. Esse foi um dos motivos para o criador Fernando Chaves, que anteriormente trabalhava apenas com peixes da raça Tilápia, decidir investir também em ovinos das raças Dorper e White Dorper. “Nosso intuito é a criação de animais de elite e melhoramento da raça, para que ela possa ser passada aos clientes”, explicou o pecuarista.

Segundo Fernando, as fêmeas oferecidas pelo Rebanho Boa Vontade têm tudo o que um animal dessa raça deve apresentar. “Uma fêmea Dorper deve ter um pescoço lançado, um posterior forte, um quadrilátero que mostre uma peça de carne maior, profundidade de costela e uma harmonia no animal”, afirmou.

O 2° Leilão Dorper Alagoas ocorrerá durante a 3° Expoalagoas Genética. O remate terá 35 lotes. Nessa edição, além dos rebanhos Titara, LCB e Boa Vontade – promotores do evento – haverá a participação de convidados especiais.

por Jornal de Caruaru

Novas estratégias em gestão são tema de curso


A Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) realiza, nos dias 13 e 14 de abril em seu Núcleo Caruaru, o curso “Gestão Estratégica de Vendas – como transformar vendedores em compradores”. O instrutor é o consultor especializado em gestão empresarial Albertino dos Anjos. Inscrições e mais informações no número (81) 3722.5667 ou em  nucleocaruaru@fiepe.org.br e curso_caruaru@fiepe.org.br.

Dirigido aos profissionais do setor de vendas – gestores, vendedores, supervisores, coordenadores, entre outros – e a interessados no tema, o curso tem por objetivo fornecer um panorama das novas estratégias de gestão comercial e discutir questões como negociação com o cliente, postura do vendedor e as principais técnicas de vendas. Segundo a analista de mercado da Fiepe, Priscilla Almeida, os participantes terão “uma visão geral da importância da gestão nas empresas” e serão “um diferencial para as empresas” em competitividade.

por Jornal de Caruaru